Uma das formas mais incomodativas da dor de cabeça é a chamada enxaqueca, que se diferencia da cefaléia corriqueira devido ao caráter pulsátil da dor, por vir acompanhada de náuseas e vômitos, provocar fotofobia e ter localização variada no universo craniano.
É comum a enxaqueca se iniciar com uma perturbação visual, as vistas se escurecem, uma parte do campo visual não percebe a imagem, surgem pontinhos, luzes ou zigue-zagues.

Numa segunda fase, quando o organismo reage provocando a vasodilatação, aparece o caráter pulsátil da dor. Nesse momento o indivíduo tem a sensação de que o coração mudou de lugar, agora ele habita em algum ponto da cabeça.
A causa para esse distúrbio ainda não foi encontrada. O seu caráter hereditário, no entanto, já foi comprovado e as mulheres são as principais vítimas. Do total de casos de enxaqueca 50% tem história familiar e 60% das pessoas afetadas são mulheres, principamente na TPM.

As crises não têm idade, pode se estender até os 40 anos ou mesmo pós-menopausa. A dor de cabeça, ou cefaléia, afeta 3,3% da população, 19% das mulheres apresentam cefaléia entre 20 e 64 anos, além das formas diferenciadas de cefaléias crônicas.
A enxaqueca prejudica a vida social, pois a pessoa se anula, muitas vezes até a luminosidade do ambiente é o suficiente para desencadear uma crise, sem contar também que diminui a produtividade no trabalho e muitas vezes afeta até a vida conjugal.

Felizmente a acupuntura é uma potente arma contra essa temida doença, resultados bastante eficazes tem mostrado o poder seu no tratamento da enxaqueca, diminuindo e cessando de vez a dor, uma vez que a acupuntura consegue liberar hormônios relaxantes e calmantes como a endorfina que vão atuar diretamente no sistema nervoso central. O alivio se dá entre 15 e 20 minutos após a aplicação, e esse bem estar sem dor ou a diminuição, permanece por tempo variável, dependendo de cada organismo.

O mais importante para o tratamento da enxaqueca, é buscar a origem, e isso a acupuntura faz com muito sucesso. Distúrbios digestivos (fígado, estomago), irritabilidade e estresse, são as causas principais que podem desencadear uma crise de enxaqueca.
A acupuntura se diferencia dos demais tratamentos, pois trata em conjunto o físico, psicológico e emocional.